7 de abril de 2011

Classificação Climática de Wladimir Köppen

Clima: A diferença entre tempo e clima.






Tempo e clima são dois termos que estão intimamente relacionados, mas, mesmo assim, são bem distintos. Tempo se refere ao estado instantâneo da atmosfera a qualquer momento, incluindo temperatura, precipitação, pressão do ar, nebulosidade, etc. Previsão de tempo é uma projeção para um futuro próximo (de algumas horas a até 15 dias) baseada em cálculos matemáticos chamados modelos numéricos. Clima é o estado médio da atmosfera em um determinado período (define-se normalmente o período de 30 anos).
Previsão de clima é uma projeção para médio a longo prazo (de um mês a um ano) baseada em modelos climáticos que identificam possíveis anomalias no comportamento dos fenômenos atmosférios entre um ano e outro.O clima é guiado pela energia do sol e compreende os diversos fenômenos climáticos que ocorrem na atmosfera. No sentido original, clima é um conceito usado para dividir o mundo em regiões que dividem parâmetros climáticos parecidos.As regiões climáticas podem ser classificadas com base na temperatura e precipitações.
Um dos tipos de classificação para as regiões climáticas é a Classificação Climática de Köppen, feita por Wladimir Köppen, em 1900. A classificação é baseada em letras.

Letras:


1ª letra – maiúscula, representa a característica geral do clima de uma região:

A: climas megatérmicos (temperatura média do mês mais frio superior a 18ºC)
B: climas secos (chuvas anuais abaixo de 500mm)
C: climas mesotérmicos (temperatura média do mês mais frio inferior a 18ºC e superior a -3ºC, ao menos um mês com média igual ou superior a 10ºC)
D: climas microtérmicos (temperatura média do mês mais frio igual ou inferir a -3ºC, ao menos um mês com média igual ou superior a 10ºC)
E: climas polares (temperatura média de todos os meses do ano inferior a 10ºC)

2ª letra – minúscula, representa as particularidades do regime de chuva (apenas valem para os casos "A", "C" e "D")

f: sempre úmido (mês menos chuvoso com precipitação superior a 60mm)
m: monçônico e predominantemente úmidos: chuvas de inverno (mês menos chuvoso com precipitação inferior a 60mm)
w: chuvas de verão (mês menos chuvoso com precipitação inferior a 60mm)
w': chuvas de verão e outono.
s: chuvas de inverno
s': chuvas de outuno e inverno.

2ª letra - maiúscula, apenas caso "B":
S: clima semi-árido (chuvas anuais entre 250 e 500mm)
W: clima árido ou desértico (chuvas anuais menores que 250mm)

2ª letra - maiúscula, apenas caso "E":
T: clima de tundra (pelo menos um mês com temperaturas médias entre 0ºC e 10ºC)
F: clima de calota de gelo (todos os meses do ano com médias de temperatura inferiores a 0ºC)

3ª letra - minúscula, representa a temperatura característica de uma região (apenas valem para os casos "C" e "D"):
a: verões quentes (mês mais quente com média igual ou superior a 22ºC)
b: verões brandos (mês mais quente com média inferior a 22ºC)
c: frio o ano todo (no máximo três meses com médias acima de 10ºC)

3ª letra - minúscula, apenas caso "B":
h: deserto ou semi-deserto quente (temperatura anual média igual ou superior a 18ºC)
k: deserto ou semi-deserto frio (temperatura anual média inferior a 18ºC)



Climas:
Af - clima equatorial úmido - Manaus, AM, Brasil
Am - clima tropical monçônico - Daca, Bangladesh
Aw - clima tropical (chuvas no verão) - Rio de Janeiro, RJ, Brasil
As - clima tropical (chuvas no inverno) - João Pessoa, PB, Brasil

BSh - clima semi-árido quente - Murcia, Espanha
BSk - clima semi-árido frio - Medicine Hat, Canadá
BWh - clima árido quente - Phoenix, AZ, EUA
BWk - clima árido frio - Turfan, China

Cfa - clima subtropical úmido - Porto Alegre, RS, Brasil
Cfb - clima temperado marítimo úmido - Curitiba, PR, Brasil
Cfc - clima subártico marítimo úmido - Punta Arenas, Chile

Cwa - clima subtropical/clima tropical de altitude (chuvas no verão) - São Paulo, SP, Brasil/Belo Horizonte, MG, Brasil
Cwb - clima temperado marítimo/clima tropical de altitude (regiões serranas como: Sul de Minas gerais/regiões serranas de São Paulo e Rio de Janeiro,Brasil) (chuvas no verão) - Campos do Jordão, SP, Brasil/Poços de Caldas, MG, Brasil
Cwc - clima subártico marítimo (chuvas no verão) - Monte Dinero, Argentina

Csa - clima temperado mediterrâneo, verões quentes (chuvas no inverno) - Roma, Itália
Csb - clima temperado mediterrâneo, verões brandos (chuvas no inverno)- San Francisco, CA, EUA
Csc - clima subártico marítimo (chuvas no inverno) - Torshavn, Ilhas Faroe

Dfa - clima continental úmido, verões quentes - Chicago, IL, EUA
Dfb - clima continental úmido, verões brandos - Estocolmo, Suécia
Dfc - clima subártico úmido - Sept-Îles, Canadá

Dsa - clima continental, verões quentes (chuvas no inverno) - Cambridge, ID, EUA
Dsb - clima continental, verões brandos (chuvas no inverno) - Mazama, WA, EUA
Dsc - clima subártico (chuvas no inverno) - Galena Summit, ID, EUA

Dwa - clima continental, verões quentes (chuvas no verão) - Seul, Coréia do Sul
Dwb - clima continental, verões brandos (chuvas no verão) - Rudnaya Pristan, Rússia
Dwc - clima subártico (chuvas no verão) - Irkutsk, Rússia

ET - clima polar de tundra - Iqaluit, Canadá
EF - clima polar de calota de gelo - Vostok, Antártica



O Clima do Brasil:



O Brasil, pelas suas dimensões continentais, possui uma diversificação climática bem ampla, influenciada pela sua configuração geográfica, sua significativa extensão costeira, seu relevo e a dinâmica das massas de ar sobre seu território. Esse último fator assume grande importância, pois atua diretamente sobre as temperaturas e os índices pluviométricos nas diferentes regiões do país. Em especial, as massas de ar que interferem mais diretamente no Brasil, segundo o Anuário Estatístico do Brasil, do IBGE, são a Equatorial, tanto Continental como Atlântica; a Tropical, também Continental e Atlântica; e a Polar Atlântica, proporcionando as diferenciações climáticas.
Nessa direção, são verificados no país desde climas superúmidos quentes, provenientes das massas Equatoriais, como é o caso de grande parte da região Amazônica, até climas semi-áridos muito fortes, próprios do sertão nordestino.O clima de uma dada região é condicionado por diversos fatores, dentre eles pode-se citar temperatura, chuvas, umidade do ar, ventos e pressão atmosférica, os quais, por sua vez, são condicionados por fatores como altitude, latitude, condições de relevo, vegetação e continentalidade. Quanto aos aspectos térmicos também ocorrem grandes variações. Como pode ser observado no mapa das médias anuais de temperatura a seguir, a Região Norte e parte do interior da Região Nordeste apresentam temperaturas médias anuais superiores a 25ºC, enquanto na Região Sul do país e parte da Sudeste as temperaturas médias anuais ficam abaixo de 20ºC.




1 comentários:

Heverton Barbosa disse...

Parabéns pelo post. Você possui o shapefile dessa classificação de Koppen? Poderia me passar? Obrigado. heverton86@msn.com

26 de agosto de 2016 10:52

Postar um comentário